O Maio Vermelho alerta a população para as ações de prevenção e conscientização do
câncer da boca, tumor maligno que afeta lábios, estruturas da boca, como gengivas,
bochechas, céu da boca, língua (principalmente as bordas) e a região embaixo da língua.
A doença é mais frequente em homens, a partir dos 40 anos, e apresenta grandes chances
de cura quando diagnosticada e tratada em estágios iniciais. O Instituto Nacional de Câncer
estima 11.180 casos novos da doença em homens e 4.010 em mulheres, para cada ano do
triênio 2020-2022.
Dr. Henrique Träsel, médico oncologista e diretor técnico da Oncoprev – Centro de
Oncologia, explica que, entre os principais sinais a serem observados, estão feridas na
boca ou no lábio que não cicatrizam; dificuldade para mastigar ou engolir; manchas/placas
vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengivas, céu da boca ou bochechas; nódulos
(caroços) no pescoço e rouquidão persistente. Träsel salienta que próteses mal encaixadas
têm risco de gerar lesões crônicas, que podem resultar em câncer.“O câncer de boca pode
ser detectado na fase inicial da doença, o que permite um tratamento mais efetivo. Por isso,
é importante ficar atento a qualquer alteração na boca, desde mudanças na coloração até o
surgimento de lesões parecidas com uma afta, que não cicatrizam em até 15 dias”, explica.
De acordo com o médico especialista, quando uma lesão suspeita é identificada, é
encaminhada para biópsia. Se confirmado o câncer, na maioria dos casos, realiza-se
cirurgia para a retirada da lesão. Nos casos mais complexos, além do tratamento cirúrgico,
é necessária realização de radioterapia e/ou quimioterapia.
Os principais fatores de risco para a doença são o álcool e o tabaco. Além disso, a falta de
higiene bucal, a exposição ao sol sem proteção e a falta de uma alimentação nutritiva
também aumentam as chances de desenvolver esse tipo de câncer. “Pessoas com mais de
40 anos que fumam e bebem devem estar mais atentas. O exame rotineiro da boca por um
profissional de saúde pode diagnosticar lesões no início, antes de se transformarem em
câncer”, finaliza Träsel.
Confira algumas dicas de prevenção ao câncer bucal:
-Evite ou reduza o consumo de fumo e de álcool;
-Mantenha uma boa higiene bucal;
-Faça uma alimentação rica em frutas, verduras e legumes;
-Visite o dentista regularmente.

Publicado em: 26 de maio de 2022
Compartilhar:

VEJA TAMBÉM